quinta-feira, 5 de março de 2020

Leituras

Nunca mais vos tinha atualizado sobre as minhas leituras, mas o motivo não é, de todo, a ausência delas. Se há coisa que tenho feito bem mais do que esperava desde que sou mãe (a única, arrisco-me a dizer) é ler. Por vários motivos: um deles é o facto de agora me proibir terminantemente de ir para a internet no telemóvel quando vou para a cama (porque é coisa que acaba por me despertar e nesta fase da minha vida em que tenho um bebé que acorda, no mínimo, três vezes por noite, não me posso dar ao luxo de desperdiçar oportunidades de dormir) e como tal leio sempre umas páginas antes de adormecer. E porque muitas das vezes em que acabo com a cria a dormir as sestas em cima de mim (é a única forma de fazer sestas longas, sozinho raramente chegam aos 45 minutos) se ele estiver em dias calmos de poucas cólicas consigo arranjar maneira de ler enquanto ele dorme (já que pouco mais consigo fazer com ele em cima de mim). A modos que nos dois primeiros meses do ano consegui despachar seis livros. Nada mau, hã? 
Para o post não ficar gigante, vou falar-vos de 3 deles para já.


Raparigas como nós

Avaliação do Goodreads: 4,42/5
Minha avaliação: 3,5/5

Li este livro por dois motivos: porque é da Helena Magalhães (a criadora do HM Bookgang que eu sigo no Instagram) e porque tem ótimas críticas.
Foi uma leitura muito fluida e a história é cativante mas...é um young adult, que não é dos géneros literários que mais me entusiasma. Para quem seja fã do género, recomendo bastante. Para mim foi uma leitura interessante, não sendo espetacular.


A guerra que em ensinou a viver

Avaliação do Goodreads: 4,41/5
Minha avaliação: 4/5

Este livro é a continuação do "A guerra que salvou a minha vida", de que vos falei aqui e que adorei (é sobre a história de dois irmãos ingleses na época da II Guerra Mundial). Tal como aconteceu no primeiro, li-o num instante. Não gostei tanto como do primeiro, mas vale muito a pena de qualquer forma. É uma história enternecedora e deliciosa sobre amor (não o amor "romântico", mas o familiar...da família de sangue e daqueles que amamos como se fossem).


10 dias para ensinar o seu filho a dormir

Avaliação do Goodreads: 3,22/5
Minha avaliação: 4/5

Este livro não cabe propriamente na categoria de lazer. Cabe mais na de "despespero de uma mãe" :p. Tenho lido imeeenso sobre o assunto, daqui a nada sinto-me eu própria capaz de escrever um livro mas...resultados práticos é que (ainda) não conseguimos grande coisa lá por casa. Mas continuo firme à espera do fim das cólicas do meu filho (sim, faz 6 meses para a semana e ainda tem cólicas) para confirmar (ou não) que elas são um dos grandes entraves aos sonos de qualidade do meu filho. Depois disso prometo que escreverei aqui a nossa experiência desde que tivemos consulta de sono até agora.
Mas passando então ao livro, lê-se num instante (é muito pequeno) e tem informação interessante. 
Quanto à técnica recomendada, não a apliquei (ainda...?). Por dois motivos: porque o livro foca essencialmente no ato de adormecer os bebés com mais de 6 meses (ainda não é o caso do nosso), e para o sono da noite. Os problemas lá por casa são mais as sestas, e o facto de o Gustavo acordar várias vezes durante a noite (mas raramente tem problemas em readormecer durante a noite). Para além do que como fomos a uma consulta, decidimos seguir a estratégia que nos foi recomendada nessa consulta. 
Se os vossos filhos tiverem mais de 6 meses e tiverem problemas especificamente a adormecer de forma minimamente autónoma para o sono da noite e acham que já experimentaram tudo e mais alguma coisa, talvez possam ter interesse em aplicar a estratégia recomendada neste livro.


3 comentários:

  1. Há algum tempo que não passava por aqui. Como??? Já passaram seis meses?
    Bom quanto às leituras percebo-te perfeitamente. Foi das coisas que mais "ressaquei" quando as minhas filhas nasceram. Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  2. Eu também li o primeiro que dá para recordar um pouco da adolescência.

    ResponderEliminar