segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Fim-de-semana de aniversário nas Aldeias do Xisto - parte 1 (Talasnal)

O fim-de-semana foi tão bom e tão cheio de paisagens pra lá de fotogénicas que não consigo fazer só um post sobre ele. Segue o primeiro (de dois ou três) posts com o nosso primeiro dia.
Saímos de Lisboa a meio da manhã, e perto das 13h, depois de pouco mais de duas horas e 200 quilómetros de estrada, chegámos à Serra da Lousã.
Tínhamos três aldeias para conhecer por ali. Decidimos conhecer duas delas (Candal e Cerdeira) num dos muitos passeios pedestres que se pode fazer na zona e que liga as duas aldeias, e fomos conhecer a terceira, que - segundo pesquisámos, era  a mais conhecida das três: Talasnal.

As aldeias que visitámos ficam a noroeste deste mapa.

No caminho para o Talasnal (nunca conseguia acertar com o raio do nome desta aldeia. Houve uma altura que desisti e, na brincadeira, comecei a chamá-la de Taj Mahal. e ai de quem me venha dizer que não é parecido).






A chegada à aldeia, de carro, deslumbra-nos logo com esta pequena (grande) fofura de paisagem. Pelo quefoi preciso cerca de um segundo para eu me ter apaixonado por aquela aldeia.






























Dá para não adorar?





























Na primavera, com flores, também deve ser espetacular.








Depois de passearmos pela aldeia, decidimos fazer uma caminhada aparentemente curta mas com um grau de dificuldade bastante elevado. Só no dia seguinte, quando estavamos do outro lado da montanha, é que nos apercebemos do quanto tínhamos andado.

O Talasnal é o ponto A. Começámos por ir ao ponto B (que é outro aglomeradozito, mas mais pequeno), depois fomos ao ponto C, com vista para o castelo (uma amostra de "castelo" mas amoroso) e dali voltámos ao ponto A. Não foi pêra doce.




Este é o ponto C da foto de cima.


Terminámos o passeio perto de duas horas depois de termos começado, mesmo a tempo de fugir à chuva que tinha começado a cair há pouco. Eram perto das 16h, e fomos a um dos poucos (julgo que são dois) restaurantes do Talasnal: a Taberna da Ti Filipa, onde partilhámos uma "telha" com uma mistura de carnes e legumes grelhados que estava muito saborosa.
Conto-vos sobre a aldeia onde ficámos alojados, e sobre os passeios de domingo, num próximo post.

6 comentários:

  1. Maravilha, que inveja... Adoro o Talasnal, a serra da Lousã. Viste o gatinho zarolho?? É tão mansinho e gordinho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tinha me esquecido de responder. Que engraçado, vi 😊! Não só vi como me sentei num muro distraída e levei uma achega do género 'esse território é meu' 😂!

      Eliminar
  2. Há cerca de 4 anos, também foi o cenário escolhido para o meu aniversário. Tem paisagens lindas. Adorei

    ResponderEliminar
  3. Adorei as fotos =)
    Deve ter sido um fim-de-semana mesmo bom =D

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Adorava ir passar uns dias pelas aldeias de xisto! Mas quando vamos a Portugal não temos tempo para nada =\

    ResponderEliminar