segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Fim-de-semana em casa

Como vos contei no post anterior, este fim-de-semana foi passado na Madeira. Madrugámos no sábado (e hoje) para apanhar voo às 6h da matina (que isto aqui pelo norte a quantidade de voos para a Madeira é bem menor do que em Lisboa). Depois de ter visto as previsões meteorológicas, eu ia com poucas esperanças de conseguir dar o último mergulho do ano (tanto que quase me esquecia de pôr o biquíni na mala), mas estava um dia lindo e lá fomos nós. 


Para mim, não há mar melhor que o da Madeira (nem mesmo o de Menorca). Os mergulhos na Madeira têm sempre um sabor especial, e é o único lugar onde tenho mesmo dificuldade em sair da água, de tão bem que se está lá dentro. Fiquei mais de meia hora a nadar, coisa mais maravilhosa! E o calor que estava quando fomos para a toalha secar? Uma brasa, é só o que vos digo.


De tarde andámos a passear pelo Funchal. Já tinha saudades.


E à noite houve direito a poncha caseira, feita pelos papis.


Já ontem, as previsões meteorológicas cumpriram-se e estava um dia tão, mas tão feio. O céu carregado de nuvens cinzentas, muita chuva e vento, enfim, o dia ideal para ficar em casa. Eu sou pessoa que gosta pouco de passar um dia inteiro enfiada em casa, mas não houve mesmo hipótese para passeios, pelo que o programa do dia passou-se entre o sofá (vimos o filme Wild - Livre, na tradução para português, com a Reese Witherspoon, e gostámos muito) e a cozinha, basicamente, enquanto acompanhávamos as notícias que diziam que os aviões não estavam a conseguir aterrar no aeroporto da Madeira.

Cá estão as lapas deliciosas cozinhadas pela minha mãezinha.

Apesar do domingo passado em casa, a viagem valeu muito a pena (vale sempre). Matei saudades dos meus pais e avós, comi tanta coisa boa (o brownie com mascarpone e suspiro da mãe, atum maravilhoso que não tem nada a ver com o sabor do de cá, bolo do caco feito pelos pais, pão de batata doce, queijadas, e mais uma infinidade de coisas deliciosas), trouxe comidinha da mãe que nos vai dar até metade da semana (e ainda tive direito aos habituais serviços de costureira da minha mãe, o que quer dizer que tenho dois vestidos prontinhos a estrear...ieiii!). 

13 comentários:

  1. O miminho dos pais é sempre tão bom.Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. O miminho dos pais é sempre tão bom.Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Oh que maravilha =)
    Quem me dera ainda andar a apanhar sol.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Tão bom! E ter direito a dias de praia em pleno Outubro é mesmo de louvar :D

    ResponderEliminar
  5. Que maravilha! Ainda bem que te divertiste e acima de tudo recarregaste baterias!

    ResponderEliminar
  6. oh meu Deus que saudades dessa ilha!!! não há dia que passe que eu não pense na Ilha!!
    Saudades das lapinhas , da nikita e do bolo do caco

    ResponderEliminar
  7. A nossa ilha é maravilhosa e o "calorzinho" dos pais é sempre tão bom!

    ResponderEliminar
  8. ola gelatina!

    uma pergunta nada relacionada com o post mas que me lembrei de fazer!

    estou a pensar fazer um alisamento progressivo no cabeleireiro (daqueles que duram uns meses) ja que teu tenho um cabelo que nao só é muito comprido como é em grande quantidade e tem tendencia a ficar frizado e por isso perco imenso tempo a alisar com a placa!

    nunca fiz nada deste genero e embora goste do cabelo liso gosto de ter volume na raiz, por isso estou com um bocado de medo de ficar com o cabelo "lambido". Lembrei-me que a gelatina fez um destes alisamentos há uns tempos (anos talvez?). Qual foi a sua experiencia? Recomenda?

    obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fiz o primeiro alisamento por volta de 2010 e desde aí faço sempre, à volta de 2 por ano. É o quão fã (e dependente) me tornei da coisa =).
      Dependendo do tipo de cabelo, é normal que nos primeiros dias fique praticamente sem volume nenhum e com o tal aspeto "lambido", mas com algumas lavagens vai ganhando um ar mais natural.
      Para mim vale imenso a pena, chego a ficar 3 meses sem tocar na placa, e depois disso dou só alguns jeitos principalmente na zona da raíz. É um descanso, eu sou mega fã da escova progressiva =).

      Eliminar
    2. obrigada gelatina! :)

      estou mesmo a considerar..... mas o preço tb nao ajuda ;)

      pode ser que peça no natal :p

      obrigada!

      Eliminar
  9. Não há nada como sentirmo-nos em casa :)

    ResponderEliminar