quarta-feira, 26 de abril de 2017

Uma espécie de liberdade com sabor amargo




Pensei fazer um trocadilho qualquer com o facto de, no dia em que se comemora a liberdade, a minha vida se ter tornado mais leve (livre?) e ao mesmo tempo tão mais vazia. Mas a inspiração estes dias (assim como toda eu, na verdade) anda pelas ruas da amargura pelo que não vai sair daqui nada de jeito.
Fica o registo, nesta parte de mim onde faço questão de registar certos marcos da minha vida, de que foi no dia da liberdade que fiz (fizemos) algo que já devia ter sido feito há algum tempo. 
O sentimento? Uma dor que não dá para passar para palavras. Mas neste momento o mais importante é isto: está feito. E o tempo agora tratará de nos dar as respostas de que tanto precisamos. Um dia de cada vez. Lá chegaremos.

22 comentários:

  1. Eu sei que não ajuda, mas pensa que pelo menos o conseguiste de forma civilizada, respeitosa e decente.
    Nem todos podem dizer o mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto a isso tenho tido muita sorte na vida. Atendendo à pessoa que é e às circunstâncias, não conseguiria imaginar as coisas a acontecer de outra forma. Mas sim, sinto-me uma privilegiada por isso.

      Eliminar
  2. Um beijinho, minha querida Gelatina. Muita força!

    Conterrânea M.

    ResponderEliminar
  3. Se essa te decisão te deixou mais leve, se fizeram o que devia ser feito, o tempo vai ajudar a aliviar essa dor. Tomaste a decisão certa: lutaste pela tua felicidade. Agora é deixá-la entrar. Força e um beijinho!

    ResponderEliminar
  4. Dói mas passa.
    Muita força!
    Beijinhos Marta.

    ResponderEliminar
  5. Ao menos acaba-se a sensação de incerteza. Força!

    ResponderEliminar
  6. Houve uma frase da Cristina Ferreira que ouvi no outro dia e me marcou "e se correr mal? É porque o que vem a seguir é melhor". Acredito que estejas desfeita mas amanhã será sempre um dia melhor. Um abraço apertado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acredito piamente que o melhor está para vir, independetementre de quem estará do meu lado =). Obrigada e beijinho

      Eliminar
  7. Força, querida! Força!

    Um beijinho dourado

    ResponderEliminar
  8. Se de facto te sentes mais leve, tens aí algumas respostas.
    Acredito na dor, mas és forte.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou pois, mais não seja porque não tenho alternativa! Beijinho

      Eliminar
  9. Muita força!! Um beijinho enorme.

    ResponderEliminar
  10. Tenho acompanhado o blogue e na forma como falas sobre o que estás a viver. O meu casamento de 15 anos terminou faz hoje uma semana. Dói muito,está a ser difícil como nunca pensei, mas melhores dias virao com toda a certeza. Beijinhos e muita força.
    Andreia Rodrigues

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andreia, lamento mesmo muito. Se quiseres desabafar ou "partilhar mágoas" manda-me um email, sim?
      Beijo enorme!

      Eliminar
  11. Só para deixar um beijinho grande.

    ResponderEliminar