domingo, 4 de dezembro de 2011

Saturday: 10 hours shift

Acho que tenho um novo amigo lá no trabalho, um moçoilo do Bangladesh que é super simpático e que diz que hoje à noite me vai levar a uma festa de aniversário onde vai estar pessoal do trabalho (a ver se me começo a integrar mais).
Andámos a dar o nome de um bolo lá do estaminé a cada um de nós (o pessoal fica meio maluquinho quando tem trabalho a mais, há que dar um desconto): a mim calhou-me a pear tart (mas com o meu voto vencido, que eu queria ser uma sobremesa de chocolate, ora essa!).


Passei pela cozinha, dei de caras com uma folha afixada com o nome do pessoal que lá trabalha e horários e dei por mim a não só procurar o nome do francezito (o tal com quem almocei no primeiro dia) como ainda a agarrar num pedaço de papel às escondidas (qual elemento da máfia) e anotá-lo para procurar no Facebook (se bem que não sei para quê, já que cheguei a casa e não tive coragem de enviar a porcaria de um pedido de amizade com medo que o rapaz ache que ande eu ando a persegui-lo...pfff sou uma menina.*).
Com uma Maria em Portugal de fim-de-semana, outra em Paris (ai que me dói o coração!! manda cumprimentos meus ao Mickey, Maria) e o primo a trabalhar, dei por mim a preferir ficar lá mais duas horas a trabalhar com colegas de quem gosto (e ao Sábado nunca faltam coisas para fazer) do que vir para casa para estar sozinha.

*Mas escusam de se pôr a magicar que o meu interesse em relação ao rapaz não vai para além de amizade, sim?

3 comentários:

  1. Adoro as peripécias do teu dia-a-dia! :) beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Isso por aí vai numa roda viva!!!
    Qual London Eye... :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Envia o convite ao moço... não tem mal nenhum!

    ResponderEliminar