segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Não é como ir a Roma e não ver o Papa

Foto minha do Verão de 2013

É pior, muito pior. Pesssoas, estão absolutamente proibidas de ir à Madeira e não fazer uma levada (a não ser que vão com crianças pequenas, claro). Cada vez que me dizem que já lá foram e não fizeram nenhuma quase que me dá uma coisinha má. 
Pela vossa felicidade, não cometam tal atrocidade (até rimou de tão verdade que é, vejam lá).


As levadas são os cursos de água que foram construídos a meio da natureza (como podem ver na imagem) há muitos anos com o objetivo de transportar a água. Existem por toda a ilha e algumas delas (pelo menos todas as que eu conheço) estão em trajectos lindos, lindos!

12 comentários:

  1. Agora convinha explicar o que é uma levada!

    ResponderEliminar
  2. Só Sedas, tens toda a razão! Já corrigi o erro.
    Defeito de madeirense, que ouve aquele termo desde que nasceu e acaba por se esquecer que isso não é assim para toda a gente. Sorry =)!

    ResponderEliminar
  3. Devo dizer que o meu pai ja lá esteve e não fez. Mas calma! Coitado, foi em trabalho! Saiu daqui de Aveiro de madrugada e por volta das 23h já cá estava de novo! Apenas o foram buscar ao aeroporto, reparou a avaria existente e voltou para cá! lool

    ResponderEliminar
  4. Olá. Já vivi na Madeira e fiz 2 levadas. Adorei.

    ResponderEliminar
  5. Nunca fui, mas agora já sei o que não posso perder! Um dia...*

    ResponderEliminar
  6. Por acaso gostava muito de ir à Madeira.
    Já fico com a indicação! :)

    Beijinho *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. e há linda sim senhora mas quem tem vertigens nao arrisque.
    kis .=)

    ResponderEliminar
  8. Ok! Assim quando lá for não esqueço! :)

    ResponderEliminar
  9. Eu já lá fui e nem sequer fazia ideia do que isso era...

    ResponderEliminar
  10. É uma forma mais tradicional e menos conhecida de conduzir a água pelas povoações.

    Espreita os Falaj.

    ResponderEliminar