sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Eu sou transparente

Pai: "Há quanto tempo já não vives na Madeira?"
Gelatina: "Há oito anos."
Pai: "Isto aqui já não te diz muito, pois não?"

Madeira, Agosto 2011

Claro que diz. É a minha terra. Foi aqui que cresci, é aqui que está quase toda a minha família e transformo-me se alguém decide falar mal dela ao pé de mim. Mas a verdade é que já não conseguia viver aqui... Pelo menos agora.

E confesso que às vezes sinto-me mal por isso.

7 comentários:

  1. Não vivo na Madeira há quase dez anos e passo exactamente pelo mesmo: por muito que a defenda, não conseguiria viver aí, pelo menos, num futuro próximo. A única coisa que realmente me afecta é saber que estou a perder dias de vida com os que me são próximos, infelizmente. **

    ResponderEliminar
  2. Não te sintas mal. Se soubesse o que sei hoje, não tinha regressado à "terrinha". Há alturas em que isto é pequeno demais... se é que me entendes.
    Beijinhos***

    ResponderEliminar
  3. Não conheço a Madeira, mas adorava lá ir :) é maravilhosa

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  5. Olá! Esta é a minha primeira visita ao blog. Quando li este post, soube que tinha de comentar! Já não vivo em Portugal há quase 4 anos e às vezes pergunto-me se algum dia poderia voltar. E sim, às vezes também me sinto culpada... Beijinho

    ResponderEliminar
  6. P.S.: ups, comentei pelo perfil Blogger errado! O meu blog é: habitatpalavra.blogspot.com

    Ass.: A mesma Joana, num perfil diferente :)

    ResponderEliminar
  7. Parece que temos algumas coisas em comum x) também é a minha terra, a madeira mas vou para o quarto ano longe daqui a estudar :) e não me imagino a poder viver cá depois do curso, preciso de viajar, até, se possível, sair do país. Pq tb tive uma experiência em terras italianas e abre muito horizontes, é apaixonante para mim. Além de que parece-me que somos da mesma área (direito?)... BEIJINHOS

    ResponderEliminar