quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Mais Praga



Pormenores fofinhos (à porta de uma loja que vendia o tipo de louça que está no enfeite).
Vista do castelo sobre a cidade



(uma questão de extrema importância, já agora: ao terceiro dia descobri, pelas observações que fiz a maiores entendidas que eu no assunto, que as mulheres que usavam chapéus com laços os metiam para trás, e não para o lado como eu usei. a modos que no último dia já fiz como elas, mas continuo sem saber se há alguma "regra" a seguir ou é ao gosto do freguês. alguma fashionista desse lado que saiba esclarecer esta alma inquieta?)


Prato típico: mistura de pato e porco com dumplings (esta espécie de pão de milho) e duas variedades de couves (com demasiado tempero, para meu gosto). 
No que respeita à alimentação, a maioria dos restaurantes tinha menus que incluíam uma sopa (que de sopa tinha pouco), um prato principal (que acabava por levar sempre carne vermelha e batata) e sobremesa. 
Fomos a um numa das margens do rio, ao pé da ponte D. Carlos (chama-se Pod Vezi), que tinha um menu por 240 coroas/9,60€ (sem bebida. mesmo assim acho que foi o mais caro onde comemos), que praticamente me pôs a adorar carne de coelho (que não é das minhas preferidas) e que tinha o melhor tiramisú de sempre, absolutamente maravilhoso. Gostámos tanto que no dia seguinte estávamos lá batidos outra vez... mas o empregado partiu-me o coração ao dizer que já não havia tiramisú (foi um momento doloroso). Ainda tentou compensar-me com uma panna cotta de pistachio boazita (só porque tudo ali era bom) mas nada como a sobremesa fabulosa da véspera.

3 comentários: