sábado, 13 de dezembro de 2014

Cada um é para o que nasce, nada a fazer


Uma pessoa vai ter um jantar de Natal e, como moça pouco dada a saídas à noite que é, tinha planeado todo um outfit em modo catita para a ocasião: um sapatinho de salto alto, um dos tops que comprei há 10 anos para usar em saídas à noite que ainda estão praticamente por estrear, uma maquilhagem mais elaborada (dentro das minhas gigantescas limitações neste domínio). 
Mas depois uma pessoa olha pela janela e tudo o que apetece é agarrar nas galochas (elas são todas estilosas, sim? não são umas galochas quaisquer!), numas leggins, numa camisola daquelas todas largueironas e pôr-se a caminho...
Assim como assim, quando chegar à hora do pessoal ir para os copos eu já vou estar a cair de sono - a modos de voltar para casa, portanto (sim, sou uma seca, mas só a partir das 10 da noite, juro! meia noite se tiver dormido muito bem de véspera, vá).


Levar os saltos altos num saquinho e calçá-los antes de entrar no restaurante é capaz de ser uma boa solução. Só assim para dar o mínimo de glamour à coisa.

4 comentários:

  1. Tens toda a razão :P é muito mais fácil escolher o que vestir para sair no Verão... agora só apetece ir com três camisolas e botas :P

    ResponderEliminar
  2. Isso é tão eu. A semana passada tive o jantar de natal do ginásio, vestido catita, cabelo arranjado, até maquilhagem fiz. Na hora de sair só queria umas leggings e uma camisola de malha tal era o frio que estava. Heroicamente aguentei até às duas da manhã (e já ao queria chegar a casa e enfiar-me na cama, é oficial, estou velha).

    ResponderEliminar
  3. Deviamos fundar um grupo. Também sou assim. Passar frio para ir toda catita? Levar uns sapatos extremamente pouco confortáveis para parecer que tenho mais dez cms de altura? Comprar 300 produtos de maquilhagem cheios de químicos que depois nem sei nem vou usar? Não é para mim :)

    ResponderEliminar